Vinho | Países

Search Our Site

Criar uma conta

Roy Moorfield e Lau Chi-sun estão no comando de um dos processos de seleção mais rigorosos da Cathay Pacific. Na semana passada, 140 candidatos foram trazidos diante deles e avaliados conforme a aparência, o corpo, o caráter e até mesmo pelo quão amargos são.

"Quaisquer falhas ou problemas aqui na terra se ampliam no ar", disse Moorfield.

Embora possa soar como a forma como aeromoças foram selecionados há cerca de 40 anos, Moorfield e Lau foram realmente a Hong Kong para escolher novas adições para a seleção de vinhos da companhia aérea.

É um trabalho que tem mantido Moorfield ocupado há mais de 24 anos como consultor para a companhia aérea. "É uma vida escura e solitária", brincou, "mas alguém tem de fazer isto."

Anualmente, cerca de 3.000 copos de vinho são verificados pelos educados paladares do par e, através de degustações às cegas com outros conhecedores, eles decidem que vintages vão prosperar a 35.000 pés e apelam para os bebedores mais exigentes em cada classe de viagem.

Tons taninos e amargos nos vinhos são exacerbados pelo ar seco da cabine e alguns vinhos não se saem bem com as vibrações de viagens aéreas e tornam-se "garrafa chocada", dizem os especialistas. É muito frequente que os tons delicados de frutas que adicionam uma profundidade e uma riqueza aos vinhos que são os primeiros a piorar.

Os vinhos brancos não têm esse problema, diz Moorfield, e se você gosta do sabor de um champagne no chão é mais do que provável que gosto tanto dele no ar (independentemente de quanto você bebe).

Como os tintos são mais delicados e sensíveis ao vôo, Moorfield admite que as ofertas da Classe Econômica não se podem comparar com um copo na festa de um jantar de vinho. Contudo, aquilo que os da Primeira Classe e os da Classe de Negócios querem é ainda o que há de melhor.

A companhia aérea desarrolhou cerca de 1,5 milhões de garrafas no ano passado. Para United, uma das maiores companhias aéreas do mundo, foram mais de 7 milhões de garrafas, de acordo com a companhia aérea.

Como têm uma fatia considerável do orçamento de catering de bordo de uma companhia aérea, os vinhos também contribuem em grande parte para a imagem dela, particularmente entre os passageiros premium.

Para as adegas, ser escolhido como uma seleção Primeira Classe e Classe Executiva também é um bom negócio.

"As adegas vêem a primeira cabine de classe como um lugar muito sexy para estar, como um lugar onde querem que seus rótulos sejam vistos", disse Doug Frost, mestre sommelier da United Airlines.

Para aqueles que não conseguem saborear as coisas boas nas cabines na frente do avião, a Frost sugere algumas dicas ao fazer uma escolha (se houver) em cabines económicas.

"Os vinhos do novo mundo, com seus frutos jammier, mostram um pouco melhor que o mundo de vinhos mais velhos, mas isso é pintura com um pincel largo e, em última análise, depende do gosto pessoal", diz ele.

Moorfield diz, evitando quaisquer noções de esnobismo de vinho: "Não importa o que é, você ou gosta ou não."

A tripulação de cabine da Cathay tem aulas de degustação dadas por Moorfield e Lau para que ela possa recomendar vinhos com determinados alimentos servidos a bordo, mas eles estão absolutamente proibidos de provar o vinho durante o vôo ou de levar qualquer garrafas aberta para casa no final de um voo.

Então, o que acontecerá com todos os frascos abertos quando termina o serviço de bordo?

Enófilos, preparem-se para um tipo diferente de "Bottle Shock".
"Eles são derramados", diz Ginns. "É a certeza de que eles não reaparecerão a bordo a ser servidos por engano."

Leia também

image

Metamorfose de gin

Este clássico está passando por um boom. O gin não é mais apenas uma base para coqueteis.
O gin foi durante muitos anos um companheiro modesto. Nunca ninguém lhe dava muita atenção, era visto com demasiada naturalidade.

image

Salve o peixe!

A pesca indiscriminada tem acabado com os peixes de água salgada e a destruição de estoques globais já é fato consumado.

image

O melhor presunto do mundo

Jamón Ibérico – O Jamón Iberico de Bellota, dos porcos pretos de Extremadura, na Espanha, é conhecido mundialmente como o melhor que existe em termos de presunto.

image

Receitas simples de massa

Cada uma destas receitas requer apenas três ingredientes além de massa, azeite, sal e pimenta; ainda assim, resultarão num sabor delicioso!

image

Cultura dos Cafés Vienenses

Antes um segundo lar para os literários e pensadores, depois ameaçado de extinção e após tornado um "cult", o cenário dos Cafés Vienenses hoje está institucionalizado.

image

Tudo sobre sushi: mitos e verdades

De comida de rua a restaurantes de luxo: Sushi, Sashimi e mais amados em todo o mundo.

image

Como evitar o aumento de peso durante as férias este ano

O Brasil desempenha um papel de liderança global no culto ao corpo. Praia, tempo de Natal e festas de fim de ano não facilitam ficar em forma.

image

O Salame e sua origem: Por que o original é tão diferente?

Um salame da Hungria é diferente do que um da Itália. E o que é mais curioso: as duas salsichas tem os ingredientes idênticos.

image

A massa se destaca pela diversidade, "Dolce Vita" e "bella figura" e, claro, Itália

A produção de massas pode servir a igualdade. Gianluca Faraone, presidente da Libera Terra, acredita nisto.

image

Mitos sobre alimentos e a verdade

Vegetarianos vivem mais saudáveis, dizem. Quem a noite come muito, engorda e açúcar deixa supostamente doente. Vamos analisar oito destes mitos sobre dietas.

Fique em contato e receba atualizações