Viagens | Europa

Search Our Site

Criar uma conta
Segunda Fevereiro 19, 2018
Toscana

Giovanni Bulgari cresceu sonhando com a criação de um bom vinho. Abrindo a porta da sua adega no sul da Toscana, Giovanni viu seu sonho tornado realidade.


O sol nasce na paisagem de vinhedos no sul da Toscana, pintando o seu de cores suaves. Torres medievais estão no cimo das colinas das aldeias e nada perturba a quietude da manhã.

Não é difícil ver como Giovanni Bulgari se apaixonou por esta paisagem mágica, um mundo longe das ruas frenéticas e das boutiques de moda de Roma, apenas a duas horas de distância pela rodovia. Bulgari, de 37 anos de idade, é membro da dinastia italiana conhecida em todo o mundo pela sua jóia elegante e relógios. No entanto, é no vinho que tem interesse, esperando, com o seu pai, transferir o toque de ouro da família para seu selo de vinho.

giovanni bulgari

"Meu pai descobriu. Ele me telefonou e disse: 'Eu encontrei este lugar e pensei em você'", diz Giovanni sobre a vinha abandonada que os dois compraram em 2004. Os 22 hectares de propriedade Podernuovo ficam a 100 kms de distância de Siena e ficam perto de San Casciano dei Bagni, famosa por seus banhos termais.

"Tive a ideia depois de ter parado de trabalhar no Bulgari há oito ou nove anos atrás", diz Giovanni. "Eu sempre sonhei em trabalhar na agricultura, eu adoro vinho." A família passou a última década a reconstruir lentamente a propriedade e a replantar as vinhas, uma mistura de Montepulciano, cabernet sauvignon, cabernet franc, sangiovese e uvas merlot. Mas, se alguém está esperando para ver o nome Bulgari estampado em garrafas da família, ele ou ela terá que olhar duas vezes. Quando a família vendeu sua participação majoritária no rótulo de luxo para o conglomerado francês LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy), em 2011, os membros da família deram-se o direito de usar seu nome para quaisquer novos produtos.

Embora Paolo continue na presidência da Bulgari e seja agora um membro consultivo no conselho da LVMH, os nomes Paolo e Giovanni Bulgari aparecem discretamente nos rótulos.

Giovanni admite que o nome de família ainda é um grande trunfo: "O nome Bulgari cria uma curiosidade que abre portas."
Ainda assim, Paulo diz que o papel do nome da família não deve ser exagerado. "É uma pequena vantagem, mas não uma grande vantagem", diz ele.

Não surpreendentemente, há uma abundância de céticos que acham que isto é uma indulgência de um homem rico ou uma distração de alguém sem ligação com a terra. Mas a filosofia da produção é simples: "Eu quero criar vinhos elegantes que respeitem a diversidade de seu caráter: o denominador comum entre eles é a elegância, em harmonia e respeito para o solo".

Toscana
Esta região pode ser conhecida mundialmente por suas encorpados tintos, mas a competição é feroz e Giovanni é o primeiro a admitir que o cultivo requer anos de dedicação e empenho. "Para um vinho de qualidade você precisa de cinco ou seis anos. É um processo muito longo ", diz ele. "As plantas precisam de anos para as raízes irem mais fundo no solo para melhorar a qualidade e desempenho, o sabor e a variedade."

Ele move-se lenta e silenciosamente através das videiras, ouvindo atentamente os membros de sua equipe dedicada e lançando um olhar perspicaz sobre as uvas sangiovese em amadurecimento dias antes de serem colhidas. É difícil imaginar que homem já viveu num terno dentro de um escritório.

Bulgari

A região em que produzem é conhecida por seus verões quentes e invernos frios, mas goza de outono e primavera amenos, as condições que são considerados ideais para a maturação de uvas.

Giovanni está confiante de que seus vinhos vão continuar a melhorar e, finalmente, impressionar - com ou sem o nome da família para promovê-los. "Com este tipo de atividade você precisa de pelo menos 10 anos. Você precisa de tempo". Seu pai concorda: "Para Giovanni, é um desafio. Ele precisa de muito trabalho, de muita paciência e humildade. Ele tem aprendido muito e ele ainda tem muito a aprender."

Anúncios

Leia também

image

A vida é bela

Mesmo em tempos de crise? Quando o medo para manter o trabalho, o nível de vida, o futuro ronda ao nosso redor? Claro! Os italianos mostram-nos como!

image

Receitas simples de massa

Cada uma destas receitas requer apenas três ingredientes além de massa, azeite, sal e pimenta; ainda assim, resultarão num sabor delicioso!

image

Cultura dos Cafés Vienenses

Antes um segundo lar para os literários e pensadores, depois ameaçado de extinção e após tornado um "cult", o cenário dos Cafés Vienenses hoje está institucionalizado.

image

Salve o peixe!

A pesca indiscriminada tem acabado com os peixes de água salgada e a destruição de estoques globais já é fato consumado.

image

A massa se destaca pela diversidade, "Dolce Vita" e "bella figura" e, claro, Itália

A produção de massas pode servir a igualdade. Gianluca Faraone, presidente da Libera Terra, acredita nisto.

image

O Salame e sua origem: Por que o original é tão diferente?

Um salame da Hungria é diferente do que um da Itália. E o que é mais curioso: as duas salsichas tem os ingredientes idênticos.

image

O melhor presunto do mundo

Jamón Ibérico – O Jamón Iberico de Bellota, dos porcos pretos de Extremadura, na Espanha, é conhecido mundialmente como o melhor que existe em termos de presunto.

image

Tudo sobre sushi: mitos e verdades

De comida de rua a restaurantes de luxo: Sushi, Sashimi e mais amados em todo o mundo.

image

Metamorfose de gin

Este clássico está passando por um boom. O gin não é mais apenas uma base para coqueteis.
O gin foi durante muitos anos um companheiro modesto. Nunca ninguém lhe dava muita atenção, era visto com demasiada naturalidade.

image

Como evitar o aumento de peso durante as férias este ano

O Brasil desempenha um papel de liderança global no culto ao corpo. Praia, tempo de Natal e festas de fim de ano não facilitam ficar em forma.

Fique em contato e receba atualizações